É como se somente a meus olhos coubessem ver todas essas frases ainda não escritas. Que de dentro soam em mim tão suave que quase não as percebo.
Vivo assim, planejando qualquer coisa que seja.
Fico quase entregue, quando deito ao som do nada e tudo que parece se movimentar tão rápido, perde as forças e então me dá a oportunidade de ver flash por flash, histórias lindas, de tudo o que se fez e o que há de fazer. Permaneço durante cada flash disparado escrevendo nas linhas invisíveis por baixo da mulher que fui, e a mulher que ainda floresce.

Um comentário:

  1. vivo assim planejando qualquer coisa que seja.

    ResponderExcluir